17 de set de 2017

WORKSHOP INTERFACES CAPOEIRA & DANÇA

 Os projetos são feitos de sonhos As longas caminhadas de pequenos passos. Sonhar, projetar e colocar em prática. Esse workshop é o resultado de sonhos e experiências vivenciadas nas aulas de Capoeira ministrada desde 2004 em escolas, ONGs e projetos sociais.

No Curso de Dança Licenciatura da Universidade Federal de Alagoas - UFAL e nos laboratórios de pesquisas e construções coreográficas. de Teatro/Dança pós universidade. As danças de matrizes africanas (Coco de Roda, Bumba-Meu-Boi, Dança Afro, Maculelê, Puxada de Rede, Samba de Roda, entre outras fazem parte da minha linha de estudos e pesquisas. Mais do que teoria, são vivenciadas em toda sua ancestralidade.

 Discutir Dança, Corpo, Gênero, Capoeira e Empoderamento é o maior objetivo desse workshop dividido em 3 (três) módulos, para melhor aprendizagem teórica e prática. No primeiro módulo, abordaremos a Puxada de Rede e o Maculelê; No segundo módulo, teremos o Samba de Roda e a Dança Afro.

 No terceiro módulo. iremos colocar em prática as aprendizagens adquiridas nos módulos anteriores, construindo pequenas células coreográficas Cada oficina ou módulo, terá a duração de 7 (sete) horas, com intervalo de 1 (uma) hora para descanso e lanche (opcional na própria Casa 31).

 Os módulos são opcionais. Porém para participar do 3ª (construção coreográfica) é necessário ter participado do 1ª ou do 2ª módulo. Onde se encaixa a Capoeira nesse processo? Todas as danças acima apresentadas são consideradas primas-irmãs da Capoeira

A Capoeira segundo Fred Abreu "pode ser considerada luta, dança, esporte, terapia, memória, história, brincadeira e filosofia de vida" Durante o processo queremos apresentar as Danças de Matrizes Africanas ligadas a Capoeira (Puxada de Rede, Maculelê, Samba de Roda e Dança Afro) e ao final "brincar" com a possibilidade de criar células e construções coreográficas da junção das ricas. manifestações da Cultura Afro Brasileira, Nada novo! Afinal pelo Brasil e o mundo a fora a Capoeira tem sido a base de belíssimas aprestações de Teatro, Dança e Música.

 Para obter o Certificado de Participação se faz necessário ter participado de pelo menos 2 (dois) módulos a livre escolha do participante.

 VOCÊ VAI FICAR DE FORA? CORRA E FAÇA JÁ SUA INSCRIÇÃO!


11 de set de 2017

Se tuBARÕES Fossem Homens - financiamento coletivo VAKINHA

Primeiramente #ForaTemer, Ozinformais Cia. Artística abre esta campanha para Circulação do espetáculo/manifesto Se tuBarões Fossem Homens nas cidades do Rio e São Paulo.
Conseguimos locais para apresentações e hospedagem. Pedimos sua colaboração para os outros custos da viagem. Nos ajude a contribuir com nossa arma, o teatro, como ferramenta a serviço da revolução e da tomada de consciência!

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/t...

O espetáculo/manifesto “Se tuBARÕES Fossem Homens” circulou no ano de 2016 pelas ocupações das escolas de ensino médio por todo estado de Alagoas. Deste percurso emerge a proposta e o desejo de ocupação e intercâmbio. Estas breves estadias e trocas nos apresentaram uma realidade feliz e estimuladora, vendo jovens alunxs extremamente politizadxs e detentores de suas forças de atuação. Estes, que foram muitos, nos ensinaram e nos fizeram crer que o aumento de nossa rede só nos fortalece e engrandece. Nos acalentou o coração para luta! Com este aprendizado nos sentimos compelidos a chegar em outros lugares e pessoas, a esticar nossas alianças.

A revolução não será televisionada e é chegada a hora de nos unirmos numa só voz. E, nesta voz unificada, contemplar todas as vozes que se veem perseguidas, assustadas, negligenciadas e caladas.

Acreditando que o encontro, o olho no olho, é o elo necessário para essa transformação, nós OZinformais Cia Artística, propomos que as alianças sejam criadas e fortalecidas e que juntxs possamos trazer à tona a potência necessária para exercermos nossos direitos e deveres como cidadãos e cidadãs brasileirxs.

Nesta emergência artística e política alongamos nossos braços e abraços para invadir (OCUPAR) outras praias. Fortalecer e somar aos colegas e amigxs em suas, nossas lutas diárias, acreditando que o intercâmbio artístico e cultural dentro do Brasil tem o poder de fortalecer as nossas almas e nos trazer a claridade de que somos muitos, somos fortes e estamos com o poder (saber) em nossas mãos. Nos UNIR é preciso.

Desde já agradecemos a feliz acolhida e generosa disposição em nos ajudar nessa empreitada de criar o intercâmbio tão necessário entre estados distintos do país, mas com realidades - ainda assim - próximas.

Com esse mesmo desejo acolhedor e fortalecedor pretendemos levar “Se tuBARÕES Fossem Homens” a novos espaços, atravessando as barreiras – tão ilusórias – geográficas que o capital nos impõe.

Ficha Técnica

Elenco: Alexandrea Constantino, Ana Antunes, Carol Eller e Ticiane Simões

Direção: Carlos Alberto Barros

Concepção de cenário, som e iluminação: Carlos Alberto Barros

Execução de som: Silvio Leal

Figurinos: Lilian Barbosa

Produção: Ozinformais

Fotografias e Design: Pam Guimarães e Nivaldo Vasconcelos

https://www.youtube.com/watch?v=N4IsghOPix0&feature=youtu.be